“Viver, pensar e evoluir.”

“Quando este ano estava prestes a começar eu acreditava que eu sabia tudo de mim e minhas neuroses, mas ainda bem que o tempo passa e a gente vive, sim, vivemos… As vezes somos obrigados a realmente viver, e não apenas estarmos vivos.

E quando realmente vivemos cada momento intensamente percebemos que cada um deles tem um significado diferente para nossas vidas, e em um piscar de olhos tudo o que você sempre acreditou passa a ser bobagem e tua vida torna um outro rumo, e nem sempre é o rumo que queremos.

A importância que algo que parece ser insignificante para outros e para você é tão grande. São tantas as coisas que semana passada pra mim não fazia sentido algum, e já hoje se tornou algo que gera preocupações. Mês passado eu queria apenas dormir por uma longa data para que não precisasse lidar com os fatos e pessoas, nesse mês eu não quero dormir para não ter os mesmos pesadelos de quando dormi.

Quando vivemos intensamente dizem que vivemos menos, mas eu prefiro uma vida intensa e curta do que uma vida imensa e monótona, que graça isso tem? De onde você vai tirar vontade e alegria de viver? Qual história terá para contar quando já estiver velhinho? Percebemos também que já não importa mais com quantas pessoas você tenha ficado, com quem você já brigou e nem mesmo aquela pessoa que muitas vezes te magoou falando coisas que você não merecia escutar.

Isso que me impulsiona e me faz querer viver, me faz querer descobrir o que a vida me reserva. Muitas vezes já perdi a vontade de viver, mas hoje não, eu quero e é uma das coisas que eu mais quero… Vou descobrir o mundo que me rodeia, vou fazer o que me der vontade, sofrer as consequências e depois finalmente recomeçar tudo de novo pois por mais que vivamos nunca saberemos tudo, podemos aprender ou ouvir falar de grande parte, mas ainda assim sempre faltará alguma parte que você não saiba, mesmo sendo o maior gênio já conhecido. É meu querido, essa é a vida… Não parece ser tão grande coisa, mas te garanto que se você aprender como é bom se viver, tediosa ela nunca será.

Maktub, é o particípio do verbo kitab, uma expressão característica do fatalismo muçulmano que diz “Estava escrito”, ou como alguns dizem “Tinha que acontecer”. Então para todas as minhas mágoas e decepções eu apenas digo, maktub e aprendo com elas em vez de me perguntar o por que de ter sido comigo.”

Mas um texto da madrugada rs, espero que gostem… Opiniões ou críticas deixem nos comentários (se quiserem compartilhar algo comigo mandem email: brunamutz00@hotmail.com), beijos *-*

20140528-022830-8910926.jpg

Anúncios

2 pensamentos sobre ““Viver, pensar e evoluir.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s