Quem é você quando ninguém está vendo?!

“Quem me vê sempre pensa que eu sou a pessoa mais feliz, sempre estou sorrindo, sempre estou feliz, ou como costumam dizer ‘estou sempre sorrindo, e quem me ver vai ser sempre assim’.
Eu não me importo e nem vejo problema em me obrigar ser feliz, pois com isso acabamos realmente sendo. Por mais que aconteça coisas ruins, sempre ser feliz, pois a felicidade e a tristeza são momentâneas, e tudo que é momentâneo logo passa.
Se eu dissesse que eu estou feliz, estaria mentindo, mas também de dissesse que estava triste, estaria mentindo ainda mais. Eu apenas não sei definir como eu estou… Não sei se estou feliz, nem sei se estou triste.
Acho que sou bipolar, não
tenho sentimentos concretos… Eu sempre estou dividida entre dois ou mais sentimentos que acaba me deixando triste.
Não quero mais falar sobre a solidão que eu sempre sinto, não quero mais sentir ela. Não sei como arranca-lá, nem como preenche-lá. Queria saber o que fazer com esse sentimento de insegurança e solidão.
Nunca sei o que fazer, nem sei o que não fazer. Sempre erro, sempre faço as coisas mais erradas possíveis. Eu queria saber como desfazer meus problemas igual sei como desfazer o problema de todos. É bem mais fácil lidar com o problema dos outros do que o nosso mesmo, né?! Estranho isso…”

Toda mulher é um pouco bi. Se não for bissexual ou bipolar, é biscate.”
Tati Bernardi

Beijinhos, espero que gostem do textinho, e falem nos comentários algum assunto ou algo que queiram que eu fale sobre! *-*

Anúncios